Novos Posts por E-mail:

Feedburner para lista de emails



Leitores do RSS

Lista de Estilos

Impellitteri EP - 1987

Impellitteri

Impellitteri - Impellitteri EP 1987

Lista de músicas do álbum Impellitteri EP Impellitteri

  1 - 01 Lost In The Rain - Impellitteri.mp3
  2 - 02 Play With Fire - Impellitteri.mp3
  3 - 03 Burning - Impellitteri.mp3
  4 - 04 I ll Be Searching - Impellitteri.mp3



Começo apresentando esse guitarrista pra vocês: Chris Impellitteri é dono de uma técnica indescritível, misturando uma impressionante velocidade com harmonia, solos e riffs executados a uma velocidade próxima à da luz; cheira a uma incrível simbiose entre Yngwie Malmsteen, Richie Blackmore e Eddie Van Halen. Já foi destaque (capa, mesmo!) em inúmeras revistas especializadas em guitarra como a Guitar Young e a Burrn! É dotado de uma técnica muito característica; do tipo que, independente de onde você ouvir, logo identifica: é o cara!

Quanto à banda, trata-se de um whitemetal da melhor qualidade. Sim! É uma banda impressionantemente cristã!!! 'Oh, não! Mais uma m*** cristã aqui no lagrima?' - reclamará, inconformado, o mano Yan Kaô com sua simpatia ímpar a essa categoria do rock (que certa vez, comparou STRYPER a Padre Marcelo Rossi!) - respondo: SIM! E que bandaça, meus hermanos! Um heavy-speed-hard-rock-power metal de um nível impressionante. Fora as guitarras tocadas numa velocidade estonteante e com tamanha técnica e harmonia, a banda já contou com os vocais rasgados de caras como Rob Rock (que já foi produtor musical de bandas como Bon Jovi, Metallica, The Cult, Winger... e é cristão! Vão vendo como preconceito não dá em nada mesmo...) e Graham Bonnet (esse mesmo! O lendário vocalista do Rainbow, do Richie Blackmore!).

Foi em 1987 que a banda começou a fazer barulho, a partir de um EP de capa preta intitulado 'Impellitteri' (mania dessas bandas lançar álbuns cujo nome é o da própria banda; credo!), que os fãs gostam de chamar de 'black EP'. Apesar de um som sujo e cheirando a cópia de Yngwie Malmsteen dos tempos do 'Rising Force', o disco atinge boa repercussão, e a banda consegue um contrato com uma gravadora. A música Lost In The Rain, em especial, é um dos maiores clássicos da banda.

Apesar do contrato, Rob Rock decide sair do grupo pra prestar seus serviços vocais a uma banda de nome Angelica (muito boa essa banda! Hard Rock de excelente qualidade... se eu encontrar um disco inteiro, posto pra vocês conhecerem). Assume os vocais o lendário Graham Bonnet, do Rainbow, e a banda lança 'Stand In Line', emplacando sucessos como 'White And Perfect' e 'Goodnight And Goodbye', além de um cover do Rainbow: a 'Since You’ve Been Gone' (na minha opinião, o cover ficou melhor do que a original; mas não sei se isso é por curtir demais o Impellitteri...).

Após as turnês, a banda se desfaz. Todo mundo sai, mas Chris permanece no seu propósito de não enterrar a promissora carreira da banda. Chama Rob Rock para assumir os vocais, de novo, Chuck Wright, para assumir o baixo, e Ken Mary, na bateria, e lançam 'Grin & Bear It'. Com esse disco, a banda assume uma sonoridade mais hard rock farofão, sem deixar o speed metal melódico que sempre acompanhou seu estilo. Acabam criando um heavy metal melódico de altíssimo nível, com guitarras absurdamente velozes, técnicas e virtuosas, e vocais rasgados (não aquele agudo maravilhoso de um Rob Hallford, do Judas Priest, mas um estilo próprio, diferenciado, característico). Os fãs curtiram bastante, claro! Impellitteri não decepciona mesmo!

Em 1993, lançam um EP: 'Victim Of The System', servindo como ponte para o lançamento, em 1994, de um dos maiores clássicos (talvez, o maior!) produzidos pela banda, através do qual o grupo finalmente conquista o mundo: o 'Answer To The Master', com uma seqüência impressionante de sucessos como 'The Future Is Black', 'Warrior', 'Fly Away', 'Answer To The Master', 'Hungry Days', 'The King Is Rising'... enfim, todas as músicas do álbum.

A banda atinge o estrelato no Japão (país que recepciona muito bem o metal melódico) e na Europa; mas, em seu país de origem (os EUA), permanecem praticamente no anonimato (e, conseqüentemente, no Brasil também... claro!) - lá, esse negócio de metal melódico não cola; preferem hip-hop, rap e rock mais comercial. Isso não parece incomodar a banda nem um pouquinho, pois permanecem lançando clássicos e mais clássicos, como 'Screaming Symphony', 'Fuel For The Fire' e 'Eye Of The Hurricane'.

Em 2000, a banda lança mais uma paulada: o álbum 'Crunch'; assumindo uma sonoridade diferenciada, mais pesada e criativa. Infelizmente, porém, como esse álbum selou-se o fim da parceria entre Chris e Rob Rock. O vocalista estava decidido a tentar carreira solo, e Chris não curtiu a idéia de que o cara não poderia dar 100% de si à banda. Separam-se amigavelmente, sem brigas, ações judiciais, nada... mas o futuro da banda, agora, estava incerto! Quem teria peito pra substituir um vocalista de tamanho carisma e personalidade? Adivinhem: Graham Bonnet, é claro! Sim! O velho que fez parte da formação da banda no clássico 'Stand In Line' retorna; mas impõe uma condição: não cantaria, ao vivo, as músicas compostas por Bob Rock (o porquê de tanta frescura, não faço a menor idéia!).

Tudo bem! Trato feito... a banda lança 'System X', em 2002. De sonoridade muito mais crua, músicas ainda mais pesadas, com um Graham Bonnet dando tudo de sua incrível voz, e um flerte com o thrash metal, sem deixar o estilão heavy metal melódico de lado. As letras, porém, já não traziam temas claros à Deus e à Salvação (como as escritas por Bob Rock), o que deixou os fãs mais fiéis meio receosos. O importante, porém, é que o altíssimo nível das músicas não decaíra.

A banda, então, lança uma coletânea: 'Faster Than The Speed Of Light - The Very Best Of Impellitteri', com músicas de todos os CDs e EPs lançados, além de algumas faixas inéditas cantadas por Graham: 'Freakshow', 'Anti-Social Disease' e 'Cyberflesh'. Um grande álbum, apesar de deixar de fora algumas músicas que um fã consideraria indispensáveis (é assim mesmo, com todas as coletâneas lançadas... sempre falta uma ou outra coisa legal). De qualquer forma, pra galera que não conhece a banda, vale a pena começar por este disco mesmo.

Infelizmente, porém, em 2003 Graham Bonnet decide deixar a banda, sem qualquer motivo aparente (pelo menos, ninguém explicou nada ao público). Assume os vocais um rapper (meo deos!!!): Curtis Skelton, ex-Speak No Evil (uma banda que nunca ouvi falar). Pra piorar, Chris anuncia que o álbum que estava para ser lançado assumiria uma sonoridade completamente diferente de tudo o que a banda já produziu, com flertes no thrash-metal, death-metal melódico (à la Children of Bobom) e new-metal (no estilo Disturbed e Slipknot), sem deixar de lado o heavy metal melódico e todo aquele malabarismo guitarrístico que nosso amigo Chris sempre soube fazer... e muito bem!

Dito e feito! Em 2004, a banda lança 'Pedal To The Metal', demonstrando que cumpre o que promete. Desastre total??? Enterro de carreira??? Vergonha pra história da banda e do heavy metal??? Claro que não! O disco é um fenômeno! Uma sonoridade nunca antes ouvida. Curtis Skelton não mostra o mesmo fôlego de um Rob Rock ou um Graham Bonnet da vida, mas encaixa-se perfeitamente no novo estilo da banda. Chris Impellitteri continua executando seus malabarismos guitarrísticos que sempre o caracterizou. Clássicos como 'Stay Tonight', 'Propaganda Mind' e 'Destruction' já valeria o álbum inteiro. A espera e expectativa dos fãs foi plenamente recompensada com esse discaço!!!




<- Ver Álbum ->




Outros álbuns deste artista

Impellitteri - Venon 2015
Venon
Impellitteri - Pedal To The Metal 2004
Pedal To The Metal
Impellitteri - Stand In Line 1988
Stand In Line
Impellitteri - Grin and Bear it 1992
Grin and Bear it
Impellitteri - Eye of the Hurricane 1998
Eye of the Hurricane
Impellitteri - Screaming Symphony 1996
Screaming Symphony
Impellitteri - Wicked Maiden 2009
Wicked Maiden
Impellitteri - Answer to the Master 1994
Answer to the Master
Impellitteri - Crunch 2000
Crunch
Impellitteri - Fuel For the Fire 1997
Fuel For the Fire
Impellitteri - Faster Than The Speed Of Light: The Very Best Of Impellitteri - (Parte 1) 2002
Faster Than The Speed Of Light: The Very Best Of Impellitteri - (Parte 1)
Impellitteri - System X 2002
System X
Impellitteri - Faster Than The Speed Of Light: The Very Best Of Impellitteri 2002
Faster Than The Speed Of Light: The Very Best Of Impellitteri
Impellitteri - Faster Than The Speed Of Light: The Very Best Of Impellitteri - (Parte 2) 2002
Faster Than The Speed Of Light: The Very Best Of Impellitteri - (Parte 2)
Impellitteri - Live! Fast! Loud! 1998
Live! Fast! Loud!
Impellitteri - Victim Of The System EP 1993
Victim Of The System EP
Impellitteri - Live 2009
Live
   

Impellitteri ‐ Impellitteri EP (1987), Download Impellitteri ‐ Impellitteri EP (1987), Baixar Impellitteri ‐ Impellitteri EP (1987), Baixe musicas do Impellitteri ‐ Impellitteri EP 1987, Baixar Impellitteri ‐ Impellitteri EP - 1987,Download Impellitteri ‐ Impellitteri EP - 1987,ouvir musicas gospelImpellitteri ‐ Impellitteri EP - 1987,Impellitteri ‐ Impellitteri EP - 1987 Palco MP3,Impellitteri ‐ Impellitteri EP - 1987 toca sua musica no Ano de Lançamento 1987 Baixar musicas de Impellitteri ‐ Impellitteri EP - 1987, Impellitteri ‐ Impellitteri EP - 1987, Impellitteri EP (1987) Impellitteri, Impellitteri ‐ Impellitteri EP - 1987 Musicas para baixar, Impellitteri ‐ Impellitteri EP - 1987 4Shared