Novos Posts por E-mail:

Feedburner para lista de emails



Leitores do RSS

Lista de Estilos

INCENTIVO IMPROVÁVEL

  • Meditação: [Os juízos do SENHOR] São mais desejáveis do que ouro… (Salmo 19:10)
  • Pensamento: A obediência à Palavra de Deus é a maior liberdade do cristão.
  • Leitura: Salmo 19:7-11

  • Mensagem: Você está procurando encorajamento? Necessita de um pequeno reforço hoje, em meio a todas as más notícias que está recebendo? O salmista Davi pode elevar seu espírito de uma maneira inesperada por intermédio de algumas palavras que, frequentemente, consideramos negativas. Ao lermos o Salmo 19, descobrimos uma pequena lista de maneiras pelas quais a claramente definida “lei”, ou padrões de vida, do Senhor pode trazer resultados positivos. Este é um incentivo improvável, pois algumas pessoas consideram os padrões divinos como algo restritivo que nos priva da felicidade. Aqui estão algumas palavras que o salmista usou para os padrões de Deus: “lei do SENHOR” (Salmo 19:7), “testemunho” (Salmo 19:7), “preceitos” (Salmo 19:8), “mandamento” (Salmo 19:8), “temor ao SENHOR” (Salmo 19:9), e “juízos” (Salmo 19:9). Estas palavras soam ameaçadoras, fazendo muitas pessoas desejarem evitar ou rejeitá-las. Mas, perceba o que essas coisas trazem ao coração que crê e obedece: conversão da alma, sabedoria, alegria do coração, pureza de vida, iluminação dos olhos, permanência, verdade e justiça (Salmo 19:7-9). Esse é um grande encorajamento! Não admira que, a respeito da lei de Deus, Davi tenha dito o que Ele nos deu: “São mais desejáveis do que ouro […] e são mais doces do que o mel…” (Salmo 19:10).

  • Fonte: J. David Branon